quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Reflexões Boêmias: Piores filmes de 2017

2017 worst of 2017


Quando todo ano acaba chega a hora de fazer um balanço de tudo que aconteceu e isso não é diferente com filmes. É aquele momento de ponderar sobre tudo que assistimos ao longo do ano e pensarmos naquilo que 2017 teve de pior e melhor a oferecer. Como prefiro dar más notícias primeiro, então começo meu balanço do ano com os piores filmes que assisti ao longo do ano. A lista a seguir leva em conta os filmes lançados comercialmente no Brasil, em cinema ou direto para vídeo, em 2017.



Filmes ruins Cinquenta Tons Mais Escuros


O primeiro já era muito ruim, mas esse consegue ser ainda pior. Além da completa ausência de trama ou arco narrativo que transforma o filme em um encadeamento de cenas que vão do nada ao lugar nenhum com uma eventual cena de sexo, o filme é um romance erótico sem erotismo ou excitação. Tudo é frígido, mecânico, artificial e por vezes vergonhoso. Na verdade, é tudo tão tosco e brega que é impossível não rir dos diálogos ruins e situações ridículas e o fato de ter me feito rir quase que sem parar é a única razão para que esse filme esteja tão baixo no neste top 10. Em certo sentido, é a melhor comédia involuntária de 2017.



Filmes ruins Dominação


Vocês já se perguntaram como seria um filme que misturasse A Origem (2010) e O Exorcista (1973), mas sem as principais qualidades de ambos? Dominação oferece uma resposta a essa pergunta, tendo você feito ou não, e o resultado é completamente entediante. A narrativa se contradiz constantemente, os personagens são vazios e as tentativas de assustar geram mais risos do que medo.




Filmes ruins Tempestade: Planeta em Fúria


Mais um daqueles filmes catástrofes cheios de personagens unidimensionais desinteressantes, trama sem sentido e cenas de destruição feitas em computação gráfica. Se alguns filmes catástrofe ao menos conseguem criar um espetáculo com suas cenas de destruição, esse nem isso consegue, não oferecendo nada para seu espectador apreciar.



Filmes ruins Além da Morte


Linha Mortal (1990) já não era lá um grande filme, mas este remake pega tudo que já não funcionava muito bem no original e torna ainda pior. Se o filme de 1990 ainda tinha personagens carismáticos interpretados por Kevin Bacon, Julia Roberts e Kiefer Sutherland, aqui os personagens falham em despertar interesse. Os sustos são previsíveis e não funcionam e o filme não consegue desenvolver a trama de modo coerente.



Filmes ruins Inseparáveis


Remake argentino do filme francês Intocáveis (2011), o filme chega a impressionar no quanto é similar ao original e ainda assim não consegue fazer nada funcionar. Do mesmo modo que aconteceu com o remake hollywoodiano de Oldboy, tudo parece uma repetição preguiçosa, piorada e sem brilho do original que sequer se esforça para entender o motivo daquela história ter encantado tantas pessoas. Também da mesma forma que o remake de Oldboy, os momentos em que ele se desvia do material original são ainda piores, apresentando um humor baseado em preconceitos e misoginia que não tem razão de existir.



Filmes ruins Transformers: O Último Cavaleiro


Este quinto filme consegue superar com folga o pavoroso segundo como o pior da franquia. A narrativa simplesmente não faz o menor sentido, atores como Mark Wahlberg e Anthony Hopkins atuam de maneira mais artificial e robótica do que os Transformers criados em computação gráfica e as cenas de ação são uma coleção de imagens bagunçadas e barulhentas que parecem feitas para causar epilepsia no espectador.



Filmes ruins Beleza Oculta


Filme feito para passar mensagens positivas sobre valorização da vida, mas que derrapa em um texto equivocado, que se complica para além do necessário e praticamente endossa práticas de abuso psicológico ao dar aos sócios do protagonista tudo que eles queriam e nenhuma consequência por suas ações. Além disso desperdiça um ótimo elenco com frases de efeito empoladas que parecem inteligentes, mas no fundo não significam nada.



Piores filmes Max Steel


Ninguém nem sabia da existência disso aqui até que saiu o primeiro trailer anunciando que estrearia nos Estados Unidos dentro de um mês. Você sabe que um filme é uma bomba quando nem a distribuidora se interessa em divulgá-lo. O resultado é uma trama com mais furos que um queijo suíço, um protagonista nulo, efeitos especiais toscos e Andy Garcia passando uma das maiores vergonhas de sua vida em uma armadura que parece feita de plástico barato.



Filmes ruins Emoji: O Filme


Todo mundo já imaginava que Emoji: O Filme existe meramente como um esforço publicitário, mas se os filmes do Lego conseguem entregar histórias divertidas apesar de sua verve propagandística, porque não esperar que este filme fizesse o mesmo? Infelizmente isso não acontece e o produto final é uma publicidade cínica de aplicativos de celular que usa ocasionais frases de efeito, sequestrando inclusive temas importantes como o feminismo, para parecer que tem algo a dizer quando os arcos narrativos dos personagens contradizem diretamente o arremedo de discurso que o filme tenta construir. Vazio, estúpido, cínico e desonesto, Emoji: OFilme é uma síntese de tudo que há de errado com a indústria hollywoodiana.



Filmes ruins Os Guardiões


Com o sucesso crescente de filmes de super-heróis é de se imaginar que todo mundo tente tirar uma casquinha desse filão. O horroroso Os Guardiões é uma tentativa russa de construir sua própria franquia de super-heróis, mas é um produto tão absolutamente incompetente que deixa a impressão de que os realizadores nem conseguem compreender o motivo desses filmes atraírem tanta gente. Parece que eles acharam que bastava inventar personagens com algum tipo de poder (boa parte dos heróis do filme tem poderes pouco úteis, por sinal) e colocá-los em cenas de ação cheias de computação gráfica (ruins, nesse caso) sem qualquer preocupação em contar uma história que faça sentido, desenvolver seus personagens ou construir um universo coeso. Apesar de ter somente cerca de uma hora e meia, a experiência de assistir Os Guardiões é tão sofrida e dolorosa que o filme parece ter umas dezesseis horas de duração.



Menções "honrosas"


E então, quais foram os piores filmes que vocês viram em 2017? Contem pra gente nos comentários

Nenhum comentário: