quarta-feira, 12 de maio de 2021

Drops – Pesadelo nas Alturas

 Análise Crítica– Pesadelo nas Alturas

Review – Pesadelo nas Alturas
Um casal de ex-namorados está a caminho de um casamento em uma pequena ilha paradisíaca, mas o piloto do pequeno avião tem um infarto fulminante e os dois precisam manejar a aeronave em segurança mesmo com uma tempestade a caminho. Poderia até render um suspense envolvente se conseguisse trabalhar com habilidade suas situações de tensão, o problema é que isso nunca acontece.

A cena em que o piloto interpretado por Keith David tem um ataque cardíaco é o único momento realmente tenso da narrativa. De resto o filme tem tantas situações tão absurdas e fora da realidade que ao invés de nos deixar em suspense elas apenas me provocaram risos. Praticamente todas as cenas em um dos dois escala para fora do avião causariam desequilíbrio em uma aeronave tão pequena e provavelmente tornariam mais difícil se manter no ar. O mesmo pode ser dito da porta ficar aberta, já que a resistência do ar aumentaria o consumo de combustível.

A decisão de usar bebida alcoólica como combustível também é risível, já que bebida não é necessariamente equivalente a etanol e mesmo que fosse, como a concentração de álcool é um percentual relativamente baixo do todo do líquido, não duraria muito e poderia causar ainda mais dano ao motor. Inclusive é bem estranho que eles primeiro pensem em jogar o corpo do piloto para diminuir o peso e não a caixa cheia de bebidas. A todo momento decisões estúpidas e situações esdrúxulas são colocadas na tela e o único engajamento que o filme conseguiu extrair de mim foi torcer para que o avião caísse e matasse os dois protagonistas de uma vez.

Não ajuda que os dois protagonistas entreguem interpretações tão exageradas que descambam para comédia. Alexander Draymon (uma espécie de Channing Tatum piorado) é tão histriônico que quase sempre gera risos enquanto que Allison Williams até tenta construir alguma emoção palatável, mas é prejudicada pelo péssimo texto e situações absurdas. O desfecho ainda tem algumas tentativas de suspense que não vão a lugar algum. Quando eles aterrissam em um pequeno banco de areia a câmera nos mostra um tubarão nadando ao redor e imaginamos que o animal eventualmente irá atacá-los, mas nada acontece. Eles são resgatados por um barco e o tubarão nem faz qualquer esforço contra os protagonistas.

Com muitas situações absurdas e atuações histriônicas, Pesadelo nas Alturas produz humor involuntário ao invés de suspense.

 

Nota: 2/10


Trailer

Um comentário:

Punisher2020 disse...

Verdade... Um filme completamente vazio e insosso. Vale só pela beleza da protagonista.